NOTÍCIAS



Superlotação de presos diminui em Pedrinhas com as saídas temporárias e os que não retornaram é de 142


Data da publicação: 18/10/2018
Tamanho da fonte  
Aumentar fonte    Diminuir fonte

Superlotação de presos diminui em Pedrinhas com as saídas temporárias e os que não retornaram é de 142

Os mais diversos segmentos sociais não escondem as suas preocupações com as saídas temporárias detentos do Sistema Penitenciário do Maranhão, diante de muitos dos elementos incluídos na lista de bons comportamentos e do semiaberto serem incluídos para passar quase uma semana com os seus familiares. A determinação da Vara das Execuções Criminais de São Luís é pautada dentro dos princípios emanados pela Lei das Execuções Penais. Apesar das inúmeras criticas e do medo expressado por milhares de famílias e a os crimes praticados pelos elementos durante o período do benefício, os legisladores brasileiros (deputados federais e senadores), são indiferentes. Por outro lado, existem entidades que defendem as saídas temporárias e se omitem quando os crimes são praticados, e o muito que fazem é lamentar, como se fosse resposta para as famílias das vítimas.

Nas quatro saídas temporárias de presos em que estão a Pascoa, Dia das Mães, Dia dos Pais e Dia das Crianças foram liberados pela Vara das Execuções Criminais 2.516 detentos, dos quais 142 são considerados foragidos. É bom ressaltar que a autorização judicial para a saída temporária, concedida pelo magistrado é levada em consideração a avaliação do Ministério Público e da administração do Sistema Penitenciário, que são realmente quem indicam quem pode e não pode deixar a prisão. Dentro desse contexto são incluídos muitos bandidos perigosos, naturalmente por pessoas que acabam burlando a seleção, e recentemente na saída do dia dos pais, a policia civil conseguiu evitar a saída de um pistoleiro, que iria receber uma arma da esposa para assassinar uma pessoa e praticar vários assaltos com outros comparsas que o aguardavam.

Recentemente o Secretário de Administração Penitenciária assumiu compromisso em audiência na Vara de Interesses Difusos e Coletivos para diminuir e até mesmo acabar com a superlotação nas unidades prisionais de São Luís. Diante do considerável número de 142 presos que decidiram permanecer na criminalidade, o Sistema Penitenciário ganhou uma importante e valiosa colaboração, sem falarmos que na saída do Natal, o número é sempre bem maior e em consequência é mais elevado o percentual dos que não retornam.

FONTE: BLOG DO ALDIR DANTAS

 



 Imprimir      Voltar      Ir ao topo

Nossos Vídeos


Acesse nossos vídeos...

Nossa Localização


Rua dá Primavera, 72| Monte Castelo - São Luís-MA - Fone (98) 3232-1371/3232-0679.