NOTÍCIAS



SINDSPEM defende agente penitenciária vitima de violência arbitrária do delegado regional de Santa Inês


Data da publicação: 05/10/2018
Tamanho da fonte  
Aumentar fonte    Diminuir fonte

SINDSPEM defende agente penitenciária vitima de violência arbitrária do delegado regional de Santa Inês

Ideraldo Gomes presidente do SINDSPEM; agente Adriana Barros; Márcio de Deus, diretor de comunicação do SINDSPEM e Cézar Bombeiro diretor da FENASPEN, estiveram reunidos hoje e decidiram por reuniões permanentes para acompanhar o caso.

A atitude intempestiva, violenta e covarde do delegado Ederson Martins Pereira coloca em risco as ações da policia civil no município de Santa Inês. Em virtude da agente penitenciária Adriana Roma do Rego Barros, no plantão da segurança da Unidade Prisional de Santa Inês ter determinado que uma escrivã ad-doc e dois policiais passarem pela revista do sistema de vigilância da unidade prisional, determinação expressa da Secretaria de Administração Penitenciária, se constituiu como fator determinante para toda a fúria e afronta do delegado não apenas a uma servidora pública, mas a uma instituição estadual. Os dois policiais a escrivã ad-doc, segundo revelaram, foram tomar o depoimento de um preso, sem a presença de um delegado. Nenhum deles foi impedido de exercerem a missão para a qual informaram e depois saíram sem quaisquer problemas.

 

O delegado Ederson Martins Pereira invadiu uma unidade prisional para arbitrariamente prender uma agente penitenciária, o que não deve fazer em setores privados em nome do Sistema Estadual de Segurança Pública.

No mesmo dia, o delegado Ederson Martins Pereira, Delegado Regional Santa Inês, adentrou ao presidio com mais dois policiais e de maneira intempestiva prendeu Adriana Roma do Rego Barros, agente penitenciária no plantão da segurança do presidio foi imobilizada covardemente tendo o próprio delegado torcido o seu braço e recebeu ordem de prisão sob a acusação de ter desacatado a sua escrivã e dois policiais. Sem qualquer mandato e mostrando todo o seu machismo covarde, dirigiu impropérios a agente penitenciária e a colocou em um camburão como um preso qualquer e a conduziu para a delegacia do município.

Na delegacia de Santa Inês, o delegado regional Ederson Martins Pereira, refletindo a sua atitude autoritária, irresponsável e violenta tentou contemporizar a sua violência com insinuações de coação para a agente penitenciária Adriana Roma do Rego Barros cercada de policiais tentasse reverter um situação vista por servidores da SEAP e registrada pelas câmeras da unidade prisional.

SINDSPEM denunciará o delegado e representará com ele na justiça

A diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos do Sistema Penitenciário do Maranhão – SINDSPEM, esteve reunida para adotar as providências que se façam necessárias, mesmo antes de qualquer manifestação da Secretaria de Administração Penitenciária e da Secretaria de Segurança Pública.  O SINDSPEM já tomou a providência para entrar com uma representação contra o delegado Ederson Martins Pereira na Corregedoria da Policia Civil e na Promotoria Especializada de Controle Externo do Ministério Público e através da sua assessoria jurídica adotar outros procedimentos.

Por outro lado, o agente penitenciário Cézar Bombeiro, diretor da Federação Nacional dos Servidores do Sistema Penitenciário, encaminhou denúncia à direção nacional com solicitação para que o fato seja divulgado para as entidades do Brasil, salientando que não se admite que nos dias atuais não se admite, autoritarismo exacerbado e mais precisamente praticado por um delegado regional , que acima de tudo deveria ter a devida responsabilidade para o exercício de um cargo da maior importância, mas que mostrou infelizmente, total despreparo  e péssimo exemplo aos seus subordinados e coloca em risco e desabona o Sistema de Segurança Pública, informou Cézar Bombeiro à direção da FENASPEN.

O SINDSPEM está articulando um encontro com o secretário Jeferson Portela, da Segurança Pública e com o secretário Murilo Andrade, do Sistema Penitenciário, esperando por um posicionamento de ambos para um problema da maior gravidade.

Presos ameaçaram rebelião

A prisão arbitraria da agente penitenciária Adriana Roma do Rego Barros poderia ter causado um problema de consequências inimagináveis, diante da ameaça dos presos da unidade prisional de Santa Inês, realizarem uma rebelião caso a agente estivesse presa. Foi necessário ela ir ao presidio e conversar com presos e pediu calma a todos, mas mesmo assim muitos não se mostraram convencidos.

Nota de Repúdio

 

A Diretoria do Sindicato dos Servidores do Sistema Penitenciário do Estado do Maranhão – SINDSPEM vem manifestar publicamente o seu repúdio à violência praticada pelo Delegado Regional de Santa Inês , EDERSON MARTINS PEREIRA, que de maneira intempestiva, irresponsável e arbitraria invadiu a Unidade Prisional de Santa Inês  e prendeu mediante força física e covarde a agente penitenciária ADRIANA ROMA DO REGO BARROS, quando esta se encontrava no plantão da segurança da Unidade Prisional, tendo a conduzida em camburão até a delegacia regional de Santa Inês.

O SINDSPEM manifesta a sua preocupação diante de que um delegado que tem a responsabilidade de manter a ordem e a segurança e zelar pelos princípios emanados da lei, sob a alegação injustificável invadiu uma Unidade do Sistema Prisional para prender mediante constrangimento abominável a plantonista responsável pela segurança, sob a alegação de que policiais civis e uma ecrivã ad-doc, terem sido revistados eletronicamente ao adentrarem ao presidio, norma geral do Sistema Penitenciário em todo o Maranhão.

A Diretoria do SINDSPEM está adotando todas as providências que fazem necessárias para a apuração dos fatos, inclusive com denuncias à Corregedoria da Secretaria de Segurança Pública e ao Ministério Público e ações criminais, e vai às últimas instâncias quanto a responsabilização do delegado arbitrário.

O SINDSPEM manifesta à agente penitenciária ADRIANA ROMA DO REGO BARROS a sua irrestrita solidariedade de apoio e defesa aos seus direitos de servidora pública e cidadã portadora de dignidade humana e reafirmamos o compromisso de estar ao seu lado em todas as circunstâncias que façam necessárias.

 

A DIRETORIA

 

 

 



 Imprimir      Voltar      Ir ao topo

Nossos Vídeos


Acesse nossos vídeos...

Nossa Localização


Rua dá Primavera, 72| Monte Castelo - São Luís-MA - Fone (98) 3232-1371/3232-0679.