NOTÍCIAS



Direção de sindicatos de servidores públicos estaduais decide por greve geral


Data da publicação: 22/07/2016
Tamanho da fonte  
Aumentar fonte    Diminuir fonte

Direção de sindicatos de servidores públicos estaduais decide por greve geral

Para que haja a paralisação, cada entidade consultará as suas categorias; funcionários públicos pedem reajuste salarial, que já foi negado pelo governador Flávio Dino

Representantes de entidades de classe se reuniram ontem para debater pauta em comum às categorias

Representantes de entidades de classe se reuniram ontem para debater pauta em comum às categorias (Foto: Divulgação)

Diretores de cerca de 30 sindicatos de servidores públicos estaduais se reuniram ontem e decidiram pelo indicativo de greve a partir do próximo dia 28, caso as categorias aceitem as propostas, que, além da paralisação das atividades, inclui ainda ajuizamento de uma ação contra o governador Flávio Dino (PCdoB).
A plenária do Movimento Sindical dos Servidores do Estado do Maranhão debateram a formação de uma pauta de interesse co­mum entre as categorias de servidores públicos estaduais. Entre as reivindicações estão a valorização do servidor público, o índice de 21,7%, pagamento das perdas inflacionárias, a necessidade de transparência e diálogo do Governo do Estado.
Como o governo já anunciou que não dará qualquer tipo de reajuste, os representantes das entidades de classe decidiram que o melhor a ser feito é paralisar os trabalhos. por isso, aprovaram o indicativo de greve.
Essa decisão das direções de cada sindicato ainda será debatida com as categorias em reuniões.
“Todo o funcionalismo público do Estado do Maranhão enfrenta atualmente os mesmos problemas, que tem como base a não abertura de diálogo e inexistência de um canal de negociação com o governo. Por isso, estamos buscando a aprovação pelas nossas categorias de uma greve geral dos servidores estaduais a fim de que haja o resgate do respeito pelos trabalhadores por esse governo.”, destacou Márcio Luis, presidente do Sindicato dos Servidores do Judiciário do Maranhão (SINDJUS-MA).
Além do indicativo de greve geral, ficou organizada uma agenda de mobilização das entidades de classe que já foi iniciada com a elaboração de uma Carta Aberta ao Movimento Sindical e que será distribuída à sociedade maranhense em ato público no próximo dia 28.

Descontentamento
O descontentamento dos servidores que em sua maioria votaram a favor do governador Flávio Dino nas eleições de 2014 aumenta a cada dia, a cada decretação de greve ilegal, em alguns casos antes mesmo do direito dos trabalhadores se consolidarem, como foi o caso dos Servidores do Departamento de Trânsito do Maranhão (Detran). Para os sindicalistas, os atos tomados pela atual gestão estadual são truculentos, desrespeitam direitos, numa tentativa de enfraquecimento do movimento sindical.
“Momentos como este de fortalecimento dos movimentos sociais são muito importantes, porque vemos o atual governador agir de forma intransigente, sem diálogo com os trabalhadores. É necessário que haja um esclarecimento da população neste período eleitoral”, declarou Luís Noleto, presidente do Sindicato dos Servidores da Assembleia Legislativa do Maranhão (SINDSALEM).
Entre os atos denunciados pelos servidores presentes o relato de truculência da Policia Militar contra os manifestantes do Sindicato dos Agentes Penitenciários (SINDSPEM) na última paralisação da categoria em junho deste ano.
“O movimento social não esperava isso de um governo eleito por nós, que pregava a não violência contra os trabalhadores. Em um ato pacifico, no qual não obstruímos a entrada ao Complexo de Pedrinhas, tão pouco, as visitas aos internos e internas, mesmo assm, houve o comando para que policiais militares agredissem os agentes penitenciários com o objetivo claro de demonstrar o poder repressor do Estado. Isso além de desrespeito, configura violência contra servidores que estavam apenas reivindicando seus direitos”, comentou Ideraldo Lima Gomes, presidente do SINDSPEM.

Entidades reunidas

SINDAFTEMA
SINDAECEMA
SENGE/MA
SINDSALEM
SINFA-MA
SINDISFUNAC/MA
SINDJUS-MA
SINDET-MA
SINDSPEM
SINPOL-MA
SINTAG/MA
SINTSEP-MA
ASPEM
CSB
CSPB
FENATA
FENAJUD
FS
NCST
UNAFA
UGT
CUT

FONTE: O ESTADO DO MARANHÃO



 Imprimir      Voltar      Ir ao topo

Nossos Vídeos


Acesse nossos vídeos...

Nossa Localização


Rua dá Primavera, 72| Monte Castelo - São Luís-MA - Fone (98) 3232-1371/3232-0679.