NOTÍCIAS



Cadeião do Complexo de Pedrinhas com facções e celas abertas são riscos iminentes de fugas e conflitos


Data da publicação: 13/06/2016
Tamanho da fonte  
Aumentar fonte    Diminuir fonte

Cadeião do Complexo de Pedrinhas com facções e celas abertas são riscos iminentes de fugas e conflitos

                  aldir

    O agente penitenciário Cézar Bombeiro, presidente licenciado do Sindicato dos Servidores do Sistema Penitenciário, durante a assembleia geral da categoria realizada na última quinta-feira, registrou aos presentes, que ao receber a proposta salarial do Governo do Estado, entregue pelos Secretários de Estado, Márcio Jerry, Antonio Nunes e Murilo Andrade, disse que agentes e inspetores penitenciários não iriam aceitar e que a revolta os encaminharia inevitavelmente  ao movimento de greve. Foi bastante claro, quando disse aos secretários, que depois o Governo do Estado, não venha atribuir a grupos políticos adversários manipulação do posicionamento da categoria, quando a verdade dos fatos e o cerne de todo o problema está centrado no documento de proposta salarial.

                     Outro fato sério e grave, que foi denunciado por agentes e inspetores penitenciários é que no Centro de Detenção Provisória, que já chegou a ser conhecido como o Cadeião do Diabo, muitas celas estão totalmente abertas, algumas sem portas e no local existem presos das quatro facções, que estão espalhados em todo o Complexo Penitenciário, inclusive no pavilhão feminino. As últimas fugas são decorrentes de facilidades de pessoal não preparado para trabalhar no serviço penitenciário, dizem diretores do SINDSPEM, quando se sabe que auxiliares penitenciários chegam a ser treinados 15 dias e depois colocados para trabalhar. As próprias vidas deles estão em perigo e não há desculpas de que a administração da SEJAP não tenha conhecimento. O Serviço de Inteligência e o videomonitoramento, se realmente funcionam estão com muitas informações e as devidas e necessárias providências já deveriam ter sido adotadas, antes que problemas mais sérios possam vir a ser registrados.

 

               Por inúmeras vezes já denunciei aqui, que enquanto o Sistema Penitenciário do Maranhão estiver sob a tutela de vícios e pessoal despreparado, os riscos de fugas e conflitos entre facções serão sempre iminentes. O secretário Murilo Andrade, titular da SEJAP já admitiu em conversas com diretores do SINDSPEM, que o Governo do Estado cortou em 30% o orçamento do Sistema Penitenciário, o que poderá resultar em vulnerabilidades em todas as unidades e a redução de serviços diversos.

               Dentro do Sistema Penitenciário existe um silêncio sobre a prisão de pessoal terceirizado flagrados conduzindo celulares e outros objetos para celas, o que sem dúvidas são sinais bem evidentes de que a corrupção já é bem acentuada.

FONTE: BLOG DO ALDIR DANTAS

 

 



 Imprimir      Voltar      Ir ao topo

Nossos Vídeos


Acesse nossos vídeos...

Nossa Localização


Rua dá Primavera, 72| Monte Castelo - São Luís-MA - Fone (98) 3232-1371/3232-0679.