NOTÍCIAS



Governo desqualifica agentes e inspetores penitenciários com proposta salarial que os equipara a soldados PM em 2018


Data da publicação: 09/06/2016
Tamanho da fonte  
Aumentar fonte    Diminuir fonte

Governo desqualifica agentes e inspetores penitenciários com proposta salarial que os equipara a soldados PM em 2018

 

Sem título

O governador Flavio Dino, que recebeu o apoio dos agentes e inspetores penitenciários para chegar ao Palácio dos Leões, prometendo a valorização da categoria, apresentou hoje uma proposta salarial para a categoria, recebida com muita indignação. De acordo com a diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos do Sistema Penitenciário do Maranhão, um agente penitenciário em inicio de carreira recebia salários idênticos a um 3º Sargento PM. De acordo com a proposta entregue à direção do SINDSPEM, em 2018 um agente penitenciário de classe especial em final de carreira estará recebendo o mesmo que um 3º Sargento PM e os agentes em inicio de carreira deverão ter salários inferiores ao de um soldado da PM.

No último dia 03, o governo participou de uma assembleia geral do SINDSPEM, com as presenças dos Secretários de Estado, Márcio Jerry e Antonio Nunes, os quais tiveram oportunidade de ouvir as reivindicações da categoria, dentre as quais a gratificação de nível superior, com a observância de que é a única no Estado, que não é contemplada, muito embora seja exigência a formação de nível superior para concurso público. Na ocasião, diante da informação dos representantes do governo que apresentariam uma proposta de reajuste até o dia 08 do corrente, uma nova assembleia geral foi marcada pela categoria para o dia 09 (nesta quinta-feira).

Hoje diretores foram chamados ao Palácio dos Leões e foram recebidos pelos secretários de estado Márcio Jerry, Antonio Nunes e Murilo Andrade, quando foi feita a entrega da proposta salarial. Ela, segundo os dirigentes da entidade de classe foi mal elaborada com a falta de inúmeras referências e valores salariais. A decepção foi maior quando se depararam com a proposta até 2018.

Amanhã ela será colocada em pauta na assembleia geral para que a categoria avalie e os associados se manifestem, uma vez que ela está totalmente na contramão das aspirações e o posicionamento a ser tomado, uma vez que preliminarmente os dirigentes sindicais entendem que a proposta se não é imoral está bem próximo, diante de tanto desrespeito.

Fonte: Blog do Aldir Dantas



 Imprimir      Voltar      Ir ao topo

Nossos Vídeos


Acesse nossos vídeos...

Nossa Localização


Rua dá Primavera, 72| Monte Castelo - São Luís-MA - Fone (98) 3232-1371/3232-0679.