NOTÍCIAS



Força Nacional vai reforçar segurança em São Luís, após onda de violência


Data da publicação: 23/05/2016
Tamanho da fonte  
Aumentar fonte    Diminuir fonte

Força Nacional vai reforçar segurança em São Luís, após onda de violência

Foram registrados pelo menos 14 ataques a ônibus. Comércio fechou em alguns bairros

por André de Souza

22/05/2016 9:16 / Atualizado 22/05/2016 15:16

Em São Luís, seis ônibus foram totalmente incendiados em onda de violência - Reprodução/ TV Globo

BRASÍLIA — O governo irá enviar policiais da Força Nacional de Segurança para ajudar a controlar a violência no Maranhão, onde foram registrados 14 ataques a ônibus, que foram incendiados, num movimento que teria surgido dentro de presídios. Seis coletivos foram totalmente incendiados. Houve ainda oito tentativas frustradas ou com veículos parcialmente destruídos. O ministro da Justiça e Cidadania, Alexandre de Moraes, atendeu pedido do governador do Maranhão, Flávio Dino, do PCdoB, e autorizou emprego da Força Nacional paraauxiliar as autoridades do estado no enfrentamento desses ataques na região metropolitana de São Luís. Por uma questão estratégica, o número de policiais não foi informado. As equipes, segundo o ministério, estão se deslocando para o estado e devem chegar à capital nesta segunda-feira de manhã.
 

O Serviço de Inteligência da polícia do Maranhão identificou e prendeu executores e mandantes dos ataques. No total, 38 suspeitos foram presos ou apreendidos e 21 autuados. O policiamento foi reforçado em toda a capital.

O Sindicato dos Rodoviários do Maranhão (Sttrema) chegou a recolher no sábado todos os ônibus para evitar que mais veículos fossem danificados. Os passageiros sofreram para encontrar um meio para se locomover. O comércio em alguns bairros da cidade também fechou após a divulgação de ameaças de traficantes.

Segundo a Polícia Civil, as ordens para os ataques partiram do Complexo Penitenciário de Pedrinhas. O delegado-geral, Lawrence Melo, informou que os presos que deram as ordens já foram identificados e que foram para o isolamento no Complexo de Pedrinhas. Ele não descarta a transferência deles para presídios de outros estados. (Com G1)

FONTE: O GLOBO



 Imprimir      Voltar      Ir ao topo

Nossos Vídeos


Acesse nossos vídeos...

Nossa Localização


Rua dá Primavera, 72| Monte Castelo - São Luís-MA - Fone (98) 3232-1371/3232-0679.