NOTÍCIAS



Cézar Bombeiro diz que uma CPI para Pedrinhas irá mostrar os responsáveis pelas barbáries, desaparecimento de presos, fugas e a corrupção que desviou de mais R$ 100 milhões


Data da publicação: 21/01/2016
Tamanho da fonte  
Aumentar fonte    Diminuir fonte

 

      aldir

  Ao tomar conhecimento da iniciativa da deputada Andréa Murad e dos deputados Souza Neto, Adriano Sarney e Edilázio Júnior, em pedir a criação pelo legislativo estadual a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar o Sistema Penitenciário do Maranhão, disse que ela merece o integral apoio do Sindicato dos Servidores Públicos do Sistema Penitenciário e particularmente o meu como agente penitenciário e presidente do Sindspem.

      Uma CPI seria muito importante para se apurar a verdade dos fatos e punir todos os responsáveis por práticas ilícitas dentro do Sistema Penitenciário, principalmente a corrupção que desviou muito milhões de reais que deveriam ser aplicados nas unidades prisionais para oferecer condições dignas para os presos  e que simplesmente foram desviados. Os casos do pessoal terceirizado de confiança do então secretário para dirigir unidades prisionais e que fizeram negociatas com quadrilhas e facções criminosas para colocar em liberdade muitos presos em liberdade, quer sejam  com facilitações para fugas ou pela porta da frente, mediante propinas.

      A apuração sobre o desaparecimento de presos de dentro de unidades e outros fatos bastante graves estiveram na pauta, quando da vinda ao Maranhão da CPI do Sistema Carcerário da Câmara dos Deputados e todos os demais casos de violência que nunca foram apurados e nem o Ministro Público solicitou a instauração de procedimento para o indiciamento dos gestores responsáveis, inexplicavelmente não foram levados a sério, muito embora o discurso feito na Assembleia Legislativa pelos deputados federais chegasse a  inspirar esperanças, mas na pratica de nada adiantou a vinda deles ao Maranhão, diz César Bombeiro.  Os críticos de hoje, nenhum deles compareceu  à audiência pública da CPI, muito embora tenham sido convidados. Ele também lembrou a farsa realizada no Palácio dos Leões, entre a governadora Roseana Sarney, o ministro José Eduardo Cardoso e vários secretários como tentativa de resposta as cobranças de intervenção no Estado, de nada adiantou e em seguida continuaram as mortes dentro do Complexo de Pedrinhas, afirmou o presidente do Sindspem.

     César Bombeiro chegou a fazer um apelo para os demais deputados estaduais, por acreditar de quem falou em CPI foi apenas como tentativa de intimidação, embora com conhecimento dos fatos  e que os principais responsáveis são parentes deles e gente que lhes é subserviente, dolosa e identificada com a criminalidade. Os parlamentares da situação poderiam pedir a CPI e investigar muita gente, principalmente algumas pessoas de poderes constituídos que se beneficiaram com contratos vantajosos e recheados pela corrupção. Temos que acabar com os sofismas de oportunistas que utilizam o nome do Sistema Penitenciário como instrumento politico e outros que já deveriam estar na cadeia por conta das barbáries e da corrupção e ficam desafiando o Governo do Estado, que tem provas substâncias para processá-lo, e que estranhamente não o faz, afirmou o dirigente sindical.



 Imprimir      Voltar      Ir ao topo

Nossos Vídeos


Acesse nossos vídeos...

Nossa Localização


Rua dá Primavera, 72| Monte Castelo - São Luís-MA - Fone (98) 3232-1371/3232-0679.