NOTÍCIAS



Governo de Roseana Sarney volta a envergonhar o Maranhão


Data da publicação: 27/02/2014
Tamanho da fonte  
Aumentar fonte    Diminuir fonte

 

Governo de Roseana Sarney volta a envergonhar o Maranhão


 

trio

Esse trio é que constrói a imagem negativa do Maranhão a níveis nacional e internacional

 

 Os Sistemas Penitenciário e Segurança Pública, têm sido os grandes responsáveis pela imagem negativa construída pelas mídias nacional e internacional, com a violência exacerbada na capital e no interior e a barbárie instalada no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, com a proximidade dos 70 assassinatos nas unidades prisionais, dentre os quais considerável número de decapitações. Para que se tenha dimensão da repercussão da banalização da vida, a Organização dos Estados Americanos e a Anistia Internacional exigiram providências urgentes do Governo do Brasil para o respeito aos direitos e a dignidade humana, mas infelizmente nada de concreto ocorreu até agora. Ontem mataram mais um preso na Central de Custódia de Presos de Justiça do Anil. Com a exceção do mutirão carcerário, que realmente avança o restante tudo está como antes, com fugas de presos, mortes e rebeliões. O Comitê de Gestão Integrada coordenado pela governadora Roseana Sarney, se nega terminantemente a investigar a corrupção deslavada através de licitações viciadas e que se direcionam a interesses de políticos de identidade próxima com o Palácio dos Leões e que dominam mais de 80% de todo o orçamento da Secretaria de Justiça e Administração Penitenciária.

             A Segurança Pública no Maranhão até há pouco tempo era uma esculhambação total, mas com o novo Comando da Policia Militar, as coisas começaram a melhorar e tomaram dimensões maiores no enfrentamento a criminalidade, mas com a determinação da governadora Roseana Sarney em autorizar a Policia Militar para exercer a segurança no Complexo de Pedrinhas retirando do policiamento das ruas de São Luís, os batalhões do choque e de operações  especiais. O que realmente quero registrar é o caso de uma mulher presa por tráfico de drogas no município de Codó, e que passou uma semana algemada a um conjunto de cadeiras da delegacia de policia e tinha trégua quando havia necessidade de ir ao banheiro. Fazia as refeições e dormia algemada. O delegado Rômulo Vasconcelos, se exercesse a função onde houvesse uma administração responsável seria exonerado imediatamente eindiciado em inquéritos administrativo e policial. Como disse que não existem unidades femininas nos municípios da região, deveria ter a capacidade de transferir a presa para outro local, quando fazem com as suas questões de interesses. Por outro lado, voltou a tona as precariedades da falência dos sistemas de Segurança e Carcerário. O governo marcado pelo acentuado desrespeito aos direitos humanos, pela banalização da vida e pela corrupção deslavada, desmorona a cada dia e há quem afirme que agoniza e que está na UTI. É um governo totalmente desmoralizado e com uma única referência – a corrupção que saqueia cofres, desgraça a educação e a saúde, que não oferece oportunidades para jovens e que no meio rural persegue famílias de pobres e humildes trabalhadores rurais, expulsando-os das suas posses seculares. Há poucos dias, oGrupo Suzano Papel Celulose por conta das suas contribuições para campanhas politicas, começou a querer impor regras próprias na administração do Porto do Itaqui. Há momento que se tem impressão de que não há mais governo, apenas guetos tratando de interesses pessoais.

FONTE: BLOG DO ALDIR DANTAS



 Imprimir      Voltar      Ir ao topo

Nossos Vídeos


Acesse nossos vídeos...

Nossa Localização


Rua dá Primavera, 72| Monte Castelo - São Luís-MA - Fone (98) 3232-1371/3232-0679.