NOTÍCIAS



A corrupção domina o Sistema Penitenciário do Maranhão


Data da publicação: 21/02/2014
Tamanho da fonte  
Aumentar fonte    Diminuir fonte

 

A corrupção domina o Sistema Penitenciário do Maranhão

 


 

     armas

 Se o Conselho de Gestão Integrada tiver a responsabilidade devida de efetivamente encontrar meios eficazes já para pelo menos amenizar a problemática do Sistema Penitenciário do Maranhão, já deveria ter enfrentado a corrupção deslavada existente em contratos de prestação de serviços terceirizados e fornecedores e uma série de convênios nada transparentes. Os contratos atualizados com reajustes benevolentes e mantidos mediante termos aditivos favorecem vergonhosamente duas empresas poderosas com respaldo dentro do Palácio dos Leões, como são os casos da VTI e Atlântica.

 

     Com o objetivo de tirar o foco da atenção da sociedade para a corrupção reinante dentro do Sistema Penitenciário, foram estimuladas inúmeras articulações utilizadas pelo secretário Sebastião Uchôa e incorporadas pela governadora Roseana Sarney, de que todos os problemas causados dentro das unidades prisionais do Complexo de Pedrinhas foram de responsabilidades de agentes e inspetores penitenciários e do Sindicato dos Servidores do Sistema Penitenciário do Maranhão. Enquanto isso, as contratações de monitores a valores exorbitantes se tornavam cada vez mais acentuadas. Como ainda não se sentissem saciados com os desvios de recursos públicos, retiraram agentes e inspetores penitenciários das unidades prisionais e colocaram mais monitores sem qualquer qualificação profissional, o que ocasionou mais problemas, inclusive com o aumento do número de armas, celulares e drogas dentro das unidades prisionais, quando já estava em pleno funcionamento o Conselho de Gestão Integrada.

      Quando da iminente intervenção federal no Sistema Penitenciário do Maranhão, o governo federal como saída politica criou através do Ministério da Justiça o Conselho de Gestão Integrada para encontrar soluções rápidas e eficientes para a crise com o registro de 65 assassinatos dentro das unidades prisionais e um elevado número de fugas. Ele tem conseguido avançar apenas no Mutirão Carcerário, com a união de esforços do Tribunal de Justiça, do Ministério Público e da Defensoria Pública. Quanto ao chiqueiro como foram avaliadas as unidades prisionais pelo desembargador AntonioBaima, continuam no mesmo, com a superlotação, a promiscuidade e o livre trânsito de armas, celulares e drogas.

       Como a governadora Roseana Sarney é a presidente do Conselho de Gestão Integrada, desconfia-se que pode haver mecanismos para impedir a apuração da corrupção. Caso ela seja excluída de qualquer investigação, todo o colegiado do Conselho de Gestão Integrada passará a ser conivente com as mazelas dos contratos espúrios e que sangram os recursos da educação, da saúde, das condições humanas, da alimentação da população carcerária, etc.

        Diante da prosperidade da corrupção acentuada e dominante nas unidades prisionais a Policia Militar e a Força Nacional de Segurança já fizeram denuncias e cobranças à direção da Secretaria de Justiça e Administração Penitenciária pelas facilidades existentes para o ingresso de armas, celulares e drogas, o que tem dado origem para constantes problemas, o que com certeza é fruto de corrupção. No final da semana passada, a Policia Militar apreendeu armas, celulares e drogas no presidio São Luís 2, bloco D e ontem encontrou no mesmo local várias armas. O que deixa os militares mais intrigados é que a Sejap conta com câmeras de monitoramento dentro dos presídios, com serviço de inteligência e pessoal treinado pelo próprio Sebastião Uchôa e não consegue detectar nada. Sinceramente, pelos interesses reinantes dentro do sistema, novidade seria se eles identificassem as mazelas que predominam em todas as unidades.Não será surpresa se a qualquer momento surgirem mais conflitos dentro do Complexo de Pedrinhas. As facilidades são muitas.

Fonte: Blog do Aldir Dantas



 Imprimir      Voltar      Ir ao topo

Nossos Vídeos


Acesse nossos vídeos...

Nossa Localização


Rua dá Primavera, 72| Monte Castelo - São Luís-MA - Fone (98) 3232-1371/3232-0679.