NOTÍCIAS



Convênio garantirá construção de Materno Infantil no Presídio Feminino de Pedrinhas‏


Data da publicação: 20/04/2012
Tamanho da fonte  
Aumentar fonte    Diminuir fonte

Convênio garantirá construção de Materno Infantil no Presídio Feminino de Pedrinhas

 


Reunião na qual se discutiu a instalação de um hospital Materno Infantil no Presídio Feminino  
Reunião na qual se discutiu a instalação de um hospital Materno Infantil no Presídio Feminino
A Secretaria de Estado de Justiça e da Administração Penitenciária (Sejap) e o Departamento Penitenciário Nacional (Depen) pretendem firmar convênio para construção de um hospital Materno Infantil no Presídio Feminino, situado em Pedrinhas, em São Luís. O assunto foi colocado em pauta na segunda-feira (16), durante reunião na sede da Secretaria (Rua Antônio Raposo, no Outeiro da Cruz, em São Luís).

Na ocasião, o coordenador de Apoio à Assistência Jurídica, Social e à Saúde do Depen, Railander Quintão de Figueiredo, explicou que o projeto está sendo articulado e, em breve, o convênio será formalizado.

Orçado em R$ 165 mil, a unidade funcionará nas dependências do presídio feminino e garantirá um vinculo maior entre a mãe e o filho. "A mãe vai poder está com seu filho em um local onde ambos terão toda uma assistência médica disponível 24h", destacou o secretário de Estado de Justiça e da Administração Penitenciária, Sergio Tamer.

Para o secretário, a proposta de edificação da unidade de saúde fazer parte dos inúmeros trabalhos de humanização já desenvolvidos pela Sejap. "Na verdade visamos, entre outros pontos, um lugar melhor estruturado para que as internas possam cumprir suas penas, um ambiente mais humanizado, a construção do hospital vai proporcionar isso", declarou.

O secretário-adjunto de Reintegração Social, José Ribamar Cardoso Lima, informou que mãe terá até dois anos para cuidar do filho dentro da unidade, depois do nascimento. Entretanto, ele deixou informou que, pela Lei ela deveria ficar somente durante seis meses com o recém-nascido. "Mas acredito que dois anos é o prazo máximo dependendo da situação".

Outras parcerias
Outros assuntos foram colocados em pauta durante a reunião, entre os quais o fato do Maranhão está qualificado no Plano Nacional de Saúde, podendo receber recursos provenientes do Ministério da Saúde. "Esses recursos são de extrema importância para o sistema penitenciário”, disse José Ribamar Cardoso.

O momento permitiu ainda que cada um dos dez coordenadores de ressocialização ficasse a par dos benefícios que lhes serão proporcionados com o estreitamento de laços da Sejap com o Depen.

A coordenadora de Profissionalização Trabalho e Renda Alice Magalhães informou que, até o final do ano, os internos serão a cursos de profissionalização garantidos pelo Depen nas áreas de construção civil, padaria, corte e costura entre outros.

O superintendente de Justiça, Amaury Chaves, falou que as parcerias são muito positivas para o estado do Maranhão. "A reunião foi uma forma de nos aproximarmos e de mostrarmos os nossos trabalhos de ressocialização. Na verdade, essas parcerias estão sendo muito positivas".
 
 
FONTE : O IMPARCIAL ONLINE

 

 


 Imprimir      Voltar      Ir ao topo

Nossos Vídeos


Acesse nossos vídeos...

Nossa Localização


Rua dá Primavera, 72| Monte Castelo - São Luís-MA - Fone (98) 3232-1371/3232-0679.