NOTÍCIAS



Detenta conquista jurados e platéia e ganha titulo Miss Crisma 2012 em São Luís‏


Data da publicação: 23/03/2012
Tamanho da fonte  
Aumentar fonte    Diminuir fonte

 
Beleza, simpatia e carisma com o público garantiram á detenta Elizabeth Yadira Gomes da Silva, de 27 anos, o primeiro lugar na IV edição do Miss Crisma 2012, realizado na quinta-feira, 22, no presídio feminino. A segunda colocação ficou com Rosangela Pereira e a terceira com Jordiane Soares.

O evento, idealizado pela diretora da unidade, Josiane Furtado, é promovido todos os anos pela Secretaria de Estado da Justiça e da Administração Penitenciária (SEJAP).
Ovacionada pelo público presente - formado por detentas, jornalistas, parentes das internas e autoridades - Elizabeth não se intimidou com os holofotes e desfilou objetivando ser a campeã desta edição. "Eu me preparei para ganhar em primeiro lugar este ano", disse a interna horas antes de começar o desfile. Pela segunda vez participando do Miss Crisma - em 2011 conseguiu o terceiro lugar - Yadira concorreu com mais 13 internas pela faixa e coroa de campeã deste ano.

Montada no pátio da unidade prisional, a passarela - um tapete vermelho por onde as candidatas desfilavam - logo foi ganhando vida e brilho a cada entrada de uma delas. O desfile foi dividido em dois momentos, o primeiro as internas entraram em traje de banho e o segundo trajando um vestido de gala. Em ambos os momentos todas foram recebidas pelo público por debaixo de aplausos e até assobios nada discretos vindos de todas as direções.

O desfile
A primeira a levantar o público foi Girlene Jansen, que apesar de não ter ganhado deu um show de ousadia e desenvoltura na passarela. Seguida por Janete que não ficou atrás no quesito desenvoltura. Queila Ferreira foi a terceira e também não perdeu o "rebolado". As demais concorrentes ao titulo Miss Crisma não fizeram feio. No entanto, apenas três tinham que ser escolhidas a receberem as posições mais cobiçadas pelas candidatas.

Jordiane Soares, que conseguiu a terceira colocação, foi cativante e fez com que o público gritasse seu nome durante a apresentação. Aplaudida de pé por algumas internas parecia até que o titulo estava nas mãos dela. Entretanto, Jordiane sabia que apenas o euforismo do público não é o suficiente. "Quem vai decidir são os jurados", comentou a interna.

Na vez de Rosangela Pereira, os gritos, assobios e aplausos não deixaram de ser ouvidos. Sempre sorridente, a interna ganhou a noite desfilando e posando para as lentes dos fotógrafos que ali se encontravam. "A noite foi maravilhosa. O desfile foi muito bom, todas desfilaram muito bem, inclusive eu", brincou Rosangela que ficou em segundo lugar.

A primeira colocada não perdeu tempo e seduziu a platéia de forma carismática. A jovem ao dar o ar da graça conquistou os jurados que pareciam estar hipnotizados pela simpatia e beleza da interna. Elizabeth Yadira, a cada pose para os fotógrafos sabia exatamente o que estava fazendo. "Eu tinha que dar atenção a todos, aos fotógrafos, às câmeras e claro aos jurados. E o sorriso era o meu cartão de visita. Não podia deixar de sorrir um só momento", declarou a jovem.

Premiações
Para as que alcançaram as primeiras posições, a SEJAP deu prêmio em eletrodomésticos. A primeira colocada recebeu uma TV de plasma, a segunda um aparelho DVD e a terceira um micro system. "A idéia é fazer com que elas se dediquem e tenham disciplina para alcançar os prêmios", disse Josiane Furtado.

Os jurados
Formado por autoridades do poder Estadual e Judiciário, além de empresários do ramo de comunicação e representantes de grupos culturais da capital, na bancada dos jurados tinham algo em torno de 10 pessoas. Sempre atentos a cada apresentação das internas, eles avaliavam minuciosamente alguns detalhes que fariam toda a diferença nos resultados. Desenvoltura na passarela, simpatia, postura e beleza foram os pontos avaliados por eles. "Todas muito bonitas e desfilaram muito bem, mas tinha que sair uma vencedora e meu voto foi para a Elizabeth", confessou o superintendente de justiça da SEJAP, Amaury Chaves.

O secretário adjunto reintegração social da SEJAP, Ribamar Cardoso, contou que além da festa, o evento tem um significado maior. "Esse evento consiste na promoção da dignidade humana", afirmou ele. Para resgatar a auto-estima das apenadas e garantir a elas a valorização da pessoa humana foi que nasceu o concurso, que sempre é realizado no mês de março. "Todas elas passam por uma ótima produção estética que vai desde massagens capilares á hidratação de pele e pintura das unhas das mãos e dos pés", destacou a diretora do presídio feminino.
 
FONTE : O IMPARCIAL ONLINE


 Imprimir      Voltar      Ir ao topo

Nossos Vídeos


Acesse nossos vídeos...

Nossa Localização


Rua dá Primavera, 72| Monte Castelo - São Luís-MA - Fone (98) 3232-1371/3232-0679.