NOTÍCIAS



Policiais civis em greve a partir de quinta-feira‏


Data da publicação: 29/11/2011
Tamanho da fonte  
Aumentar fonte    Diminuir fonte

Policiais civis em greve a partir de quinta-feira

Decisão foi aprovada em assembleia nessa segunda; peritos, também, iniciarão greve na quinta.

O Estado

enviarenviar imprimir imprimir
Foto: De Jesus/ O Estadoampliar

 

Policiais civis em greve a partir de quinta-feira
SÃO LUÍS - Os policiais civis do Maranhão decretaram greve por tempo indeterminado a partir de hoje em todo o estado. A decisão foi tomada durante assembleia geral da categoria realizada na noite de ontem, em frente ao Plantão Central da Refesa, em São Luís. Logo depois, os policias seguiram em direção a Assembleia Legislativa do Maranhão, no bairro do Cohafuma, e se juntaram aos policiais militares e bombeiros.
A categoria reivindica a recomposição da perda salarial de 11,90% e as modificações no Plano de Cargos, Carreiras e Remunerações (PCCR). "Estamos a dois governos na luta por estas duas medidas e até agora ninguém do governo do estado nos recebe", disse Amon Jessen, presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Maranhão (Sinpol).
Durante a assembleia, a categoria colocou em pauta apenas duas opções a greve imediata ou a greve depois de cumprido o período legal de 72 horas. "A maioria decidiu pela greve imediata. A categoria está consciente das consequências deste ato", destacou Amon Jessen.
Na avaliação do vice-presidente do Sinpol, Heleudo Moreira, durante todo o dia de hoje serão organizadas as comissões de greve e informações serão repassadas para os policiais do interior. "Os policiais militares estão dando um exemplo de coragem e de luta e o momento é oportuno para mostrar a coragem dos policiais civis, que em todo estado vão aderir à greve", destacou.
Apesar da paralisação imediata, Amon Jessen, ressaltou que será respeitado o mínimo de 30% do efetivo nas ruas. "Estaremos orientando para que pelo menos 30% do nosso efetivo fiquem nos plantões atendendo a população", disse. "A greve é uma resposta a quase quatro anos de omissão do governo do estado que nos promete as modificações no estatuto, que promete nossa recomposição salarial e até agora não foi cumprido", concluiu.
Os peritos e legistas também decidiram na manhã de ontem decretar greve. Representantes da categoria estiveram presentes na assembleia dos policiais e declarou apoio irrestrito à greve.


FONTE : IMIRANTE.COM


 Imprimir      Voltar      Ir ao topo

Nossos Vídeos


Acesse nossos vídeos...

Nossa Localização


Rua dá Primavera, 72| Monte Castelo - São Luís-MA - Fone (98) 3232-1371/3232-0679.